terça-feira, 6 de maio de 2008

Abismos mentais

Sob a luz do sol,a espiral se definiu;cores surreais tiraram todo o equilíbrio,e uma dor terrível se misturou à luz que vinha da noite.Sentindo-se inútil,apenas contemplou,e depois de alguns instantes,pôs-se a caminhar.Tudo era bonito,mas pendia ao obscuro.Seu lado mais negro sufocava e em vão pedia atenção.Ninguém mais apareceu,e realmente acreditou que poderia se isolar do resto do mundo.
A dor voltou ainda mais forte,e quando sentiu que não aguentaria mais,uma borboleta pousou ao seu lado.
Nisso,pôde perceber que nem tudo estava perdido.Era só uma questão de mudar seu ponto de vista e tentar esquecer o velho hábito de sofrer pelo simples prazer...de sofrer.Viu que o amor tinha muito mais a lhe oferecer.
E nunca mais a solidão lhe seguiu,pois haviam companhias melhores.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...