quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Going through changes

Eu hesito, fecho o blog, reabro, fecho de novo e fico nesse looping infinito. Mas a verdade é que algumas vezes me bate uma preguiça enorme da internet. Não só do blog quanto do Twitter, Flickr, Facebook, etc, etc. Aí, de repente, me vem um surto de ânimo e resolvo atualizar tudo, postar milhões de fotos, comentar em todos os cantos. Mas, mesmo assim, o desânimo acaba retornando com força redobrada, e a vontade que impera é a de me fechar do resto do mundo e ficar aqui quietinha no meu canto, com minhas coisas, sem me expor.

Como muitas vezes esse meu vai e vem tem muito a ver com a pressão que eu mesma me imponho para ser mais "dinâmica" com a internet, resolvi que devo respeitar mais meu ritmo. Se eu quiser postar, posto. Se eu quiser apagar tudo, não me arrependerei. Se eu decidir só reaparecer daqui uns 10 anos, não me sentirei mal por isso.

Quero me focar em novos planos que estão se delineando para mim e meu marido neste ano que se inicia. Não vou comentar nada sobre eles porque, apesar de não acreditar em macumba, acredito em energias negativas. Sei que a maioria do pessoal que visita meu blog são pessoas legais, mas também tenho certeza de que um ou outro ser mal resolvido acaba visitando aqui só para desejar coisas ruins (pelo simples prazer de ser desagradável); então prefiro me manter reservada quanto ao que vem por aí. Sei que meus planos só dependem de mim para se concretizarem, e assim será. Quando tudo der certo e eu tiver total certeza dos meus caminhos, aí sim poderei me abrir mais.

Então, é isso. Se eu postar alguma coisa amanhã, ótimo. Se eu só entrar aqui no final do ano, sem problemas. Tenho sentido cada vez mais que, em alguns aspectos da vida, simplesmente não dá para forçar a barra. O negócio é deixar as coisas fluírem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...