quarta-feira, 22 de abril de 2009

Nonsense

Aquela sensação suave, que parece melancolia, mas que ao mesmo tempo traz uma tranqüilidade raramente sentida. Uma certa saudade de coisas desconhecidas, a respiração levemente pesada, compassada, e o arrepio.
Incerteza de tudo, mas um certo brilho. Sem saber o que dizer, sem saber o que pensar, apenas sentindo.
O tempo passando, as expectativas crescendo, e a vontade de estar ao lado dele o máximo de tempo possível cada vez maior.
Vontade de ter o que não se pode, pelo menos por enqüanto não. Muita vontade.
E a suavidade de tudo isso fluindo cada vez mais ao redor.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Imagine...




Um dos mais inesperados e melhores presentes de aniversário que recebi quando completei 18 anos, em junho do ano passado, foi justamente este recém lançado livro de Julia Baird sobre sua vida ao lado de seu meio irmão John Lennon.

Confesso que antes desse livro eu nem tinha idéia de que o John tivesse irmãos,e me surpreendi ao saber de histórias escondidas por sua família. Para alguém que leu muitas biografias feitas por gente que nem sequer teve contato direto com nenhum dos Beatles, ler algo como esse livro é sem dúvida uma experiência nova e muito reveladora.

Um trabalho sincero, emocionante e inteligente, carregado de emoção mas muito longe de ser apelativo.

E qual não foi minha surpresa ao descobrir, ouvindo o rádio, que será feito um filme baseado nesse livro!!
E mais ainda ao saber qual será o nome do filme: Nowhere Boy.
Me lembra tanto o nome de um certo blog...


E se eu sou Nowhere Girl, devo tudo isso ao Nowhere Man :


quinta-feira, 9 de abril de 2009

Minhas utopias.

Ser prática, moderna, unir sempre o útil ao agradável, saber combinar bem qualquer tipo de roupa (até aquelas de trocentos anos atrás que nunca mais usamos), ser funcional, não ter ciúmes, poupar tempo, resumir bem em poucas palavras, ser aberta a novidades, não ser tímida, etc, etc.

Ô vidinha doida!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...