sábado, 13 de dezembro de 2008

Uma análise boba

Assistir TV não é uma das minhas atividades favoritas,mas uma coisa que gosto nos finais de ano são os especiais, principalmente os da Globo. Depois do sucesso de "Hoje é dia de Maria", estão cada vez mais caprichando nessas micro-séries, o que só é benefício para os telespectadores.
Só a inovação no formato "compacto" de no máximo 5 capítulos já é algo ótimo, porque simplesmente não tenho paciência para ficar meses acompanhando uma história, pois mesmo ela sendo ótima,uma hora cansa.
E essa semana pudemos acompanhar a série "Capitu". A princípio apenas me interessei porque, pelo que tinha visto nos comerciais, as imagens seriam bonitas; pensei que só isso valeria a pena, pois a atuação parecia ser exagerada demais, coisa que nunca me admirou. Mas me surpreendi.
"Capitu", além de narrar uma bonita história, tem algo que me fascina: fotografia e enquadramentos simplesmente perfeitos. Em algumas cenas a iluminação dá tanta ênfase às cores do cenário,que o resultado é maravilhoso. Além disso, os personagens são bem interpretados; claro,com um pouco de exagero como eu havia pensado, só que menos do que eu esperava (graças a Deus,hehe). As colagens visuais,e a mistura de elementos de diferentes épocas (como por exemplo numa cena em que os personagens,com roupas do século XIX, andam por ruas do Rio de Janeiro de hoje) dá uma atmosfera ao mesmo tempo surreal e bem-humorada.
E a grande surpresa (como se já não tivesses tido várias!): a trilha sonora. Logo no primeiro capítulo levei o maior susto com o som de Sex Pistols (!),e me surpreendi cada vez mais na seqüência dos capítulos, com Black Sabbath, Pink Floyd e Janis Joplin! Esses sons se encaixaram super bem com as imagens e situações,e foi uma sacada de mestre de quem teve a idéia de inserí-los no contexto.
O que posso dizer mais? Bom,que a Globo peca muito em suas novelas e outros programas,até mesmo no Jornal Nacional,ao apelar demais para o sentimentalismo barato. Mas no que se refere às micro-séries de fim de ano,essa emissora só merece elogios, e os desejos intensos de que continue nesse pique.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Flash de inspiração

O Mundo é tão lindo. Suas formas,suas cores,seus sabores. Cada instante
vivido,cada sonho esquecido,cada luz que se acende,cada chance que surge. O
Mundo se confunde com a vida; e com o tempo: pois girando o Mundo cria o
tempo,ou com o tempo criou-se o Mundo?
Tão cheio de estradas,tão cheio de seres. Lugar repleto de
lugares,organismo em constante mutação; o Mundo é uma criança cósmica.
Cercado de pontos luminosos,acompanhado da Lua,seu amor platônico,o Mundo se desfaz em toda a
sua vida e se recria a cada nova rotação,a cada novo dia. O Mundo é infinito,o
Mundo é pleno. Traz em si todo o seu passado,e vive anunciando seu futuro. A
profundeza de suas águas guarda os segredos do Universo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...