quarta-feira, 26 de março de 2008

Falar de amor,para mim,sempre foi algo complicado.Muitas vezes sem querer caímos em contradições com o que dizemos,pensamos e sentimos.Há também o fato de que cada um tem uma concepção diferente do que é o amor,e é inevitável que haja discordância.Não que eu goste que concordem comigo,mas acho que nesse tipo de assunto,muita discussão só tende a desgastar a situação.

Mas mesmo tentando evitar o tema,me deparei com uma vontade enorme de falar a respeito.Afinal,depois de um certo tempo em que aprendi finalmente a me sentir bem sozinha e a aceitar a solidão,as reviravoltas da vida me levaram ao sentido oposto.Não consigo acreditar que estou sentindo isso de novo!!!

Querer bem a alguém,se sentir bem com esse "alguém",dividir expectativas...Não sei,é difícil resumir.O que se sente é tão amplo.

Talvez o amor seja a certeza de que há algo muito maior do que o físico(mas que também engloba ele) e que pode nortear o caminho ou perturbar tudo definitivamente.

Ou John Lennon possa dizer melhor:


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...